Sala de Imprensa

NOTÍCIAS

Saiba as últimas novidades da Fazenda da Paz.
WhatsApp-Image-2020-09-14-at-14.51.15-1.jpeg

14/09/2020 Notícias

A Fazenda da Paz recebeu cestas básicas doadas pelo Projeto #EurofarmaApoia . O projeto nasceu com o intuito de ajudar as instituições que auxiliam pessoas em situações de vulnerabilidade, principalmente nesse contexto atual de pandemia.

A Família Fazenda da Paz agradece as doações e por acreditar e apoiar a nossa causa. As cestas básicas foram encaminhadas para a Comunidade Terapêutica Luz e Vida, localizada na zona leste de Teresina.

 

WhatsApp Image 2020-09-14 at 14.51.16 WhatsApp Image 2020-09-14 at 14.51.16 (1) WhatsApp Image 2020-09-14 at 14.51.15


Ana-Carolina-psicóloga.jpeg

09/09/2020 Notícias

Desde 2015 que temos o conhecido “Setembro Amarelo”, que é o mês dedicado a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. Esse ano a campanha traz como tema: “Falar é a melhor solução”, visto que a partir do momento que levamos informação para a população, acabamos tirando certos tabus e preconceitos sobre o tema.

De acordo com a psicóloga Ana Carolina Mastrangelo, que trabalha com o acolhimento de dependentes químicos na Fazenda da Paz, para se entender o processo do suicídio, primeiramente é preciso falar de alguns outros transtornos que estão associados, como a depressão.

“O principal objetivo dessa campanha é exatamente informar a população para que, a partir dessa informação, de forma correta, a pessoa possa procurar um tratamento adequado. A partir do momento que se procura um psiquiatra ou um psicólogo, esse indivíduo vai ser assistido de uma forma melhor. Não só ele, mas toda a família, pois esse processo do adoecimento da saúde mental não envolve somente o indivíduo, mas todos aqueles que o cercam: a família, a sociedade, o meio de trabalho”, explica.

O suicídio é a segunda causa mundial de mortes entre pessoas de 15 a 29 anos, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). E o suicídio é o desfecho de um processo, que pode ser influenciado muitas vezes pelo abuso de álcool e outras drogas.

“Uma questão que muitas vezes pode estar associada a depressão é o uso de drogas ilícitas e abusivo de álcool. A partir do momento que esse indivíduo já tem um histórico de depressão ou algum outro transtorno, essas drogas podem potencializar características ou comportamentos depressivos. Quando o indivíduo muda o seu comportamento por conta da bebida ou da droga, é um sinal de alerta”, observa a psicóloga.

Em relação a experiência de escuta acolhedora na Fazenda da Paz, Ana Carolina observa que muitas vezes, ao questionar o dependente químico se ele já teve alguma ideação suicida ou tentativa de suicídio, alguns falam que sim.

“Muitos deles já tinham um quadro depressivo e, com o uso da droga ou da bebida, ele se intensifica. Outros dizem que após o uso da droga, começaram a ter ideações e até mesmo tentativas de suicídio. Então, são dois perfis que tem uma coisa em comum: o uso da droga e da bebida como potencializador ou desenvolvedor de um quadro depressivo ou psicótico, levando a ideação ou tentativa de suicídio”, diz a psicóloga.

A tentativa de suicídio abala não apenas o indivíduo, mas toda a família por ser algo que ninguém espera. A equipe do psicossocial da Fazenda da Paz atua junto com a família para fortalecer esses vínculos. Não focando apenas na questão da própria dependência química, mas também tendo esse cuidado de observar um quadro depressivo ou até mesmo da ideação e tentativa de suicídio. A Fazenda da Paz cuida não só do indivíduo, mas da família como um todo.


Fazenda-da-Paz-1200x1200.jpeg

25/08/2020 Notícias

Voltou à pauta na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 399/2015, de autoria do Deputado Fábio Mitidieri. Ele altera o art. 2º da Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2006, para viabilizar a comercialização de medicamentos que contenham extratos, substratos ou partes da planta ‘Cannabis’ sativa em sua formulação.

A Fazenda da Paz, entidade que trabalha há 26 anos no acolhimento e tratamento de dependentes químicos, vê o Projeto de Lei como uma manobra para legalizar o plantio de maconha no Brasil.

“Essa PL vem para trazer uma destruição muito grande para a família brasileira em todos os sentidos. Ela vai liberar o plantio, cultivo, venda, o transporte; o agronegócio da maconha. Digamos não à PL 399/2015”, comenta Célio Luiz Barbosa, coordenador geral da Fazenda da Paz e presidente da Federação Nacional de Comunidades Terapêuticas (FENACT).

Um outro ponto a ser frisado nesse processo de votação do projeto é que o relator da Comissão que irá avaliar é o Deputado Paulo Teixeira que, no ano passado apresentou o projeto de lei nº 10 549/2018, defendendo vários usos da maconha no Brasil, dentre eles o uso recreativo.


20190922_042820.jpg

24/08/2020 Notícias

A Resolução nº 3/2020 do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas – CONAD, publicada no dia 24 de julho deste ano, regulamenta o acolhimento de adolescentes em Comunidades Terapêuticas. Esta importante decisão veio para amparar o tratamento de menores de idade dependentes químicos.

“Desde sua criação, a Fazenda da Paz, com acompanhamento legal da 1ª Vara da Infância, realiza o acolhimento de adolescentes de 12 a 18 anos incompletos. Mas hoje temos uma vitória. Temos o marco regulatório que a Fazenda da Paz, através da FENACT, teve a honra de participar de sua construção. Esta resolução define regras, normas e todas as ações possíveis para cuidar melhor dos nossos adolescentes”, explica Célio Luiz Barbosa, coordenador da Fazenda da Paz e presidente da Federação Nacional de Comunidades Terapêuticas – FENACT.

De acordo com a resolução, para o acolhimento, dentre outros pontos, há a obrigatoriedade de um Projeto Político-Pedagógico Terapêutico exclusivo para adolescentes, com participação de um dos pais ou responsável na elaboração deste Projeto. Possibilidade de interrupção do acolhimento a qualquer tempo. A Comunidade Terapêutica deverá ofertar espaços exclusivos para adolescentes, devendo ter uma equipe multidisciplinar e multisetorial exclusiva para ele. Deve ainda haver uma interação com a rede, especialmente com o Conselho Tutelar e a Vara da Infância e Juventude.

“Cada ponto desta resolução foi amplamente discutido para melhor tratar os nossos adolescentes, possibilitando ao mesmo um futuro melhor longe da dependência química. Consideramos uma importante conquista para melhorar e alinhar o acolhimento em todo o país”, comenta Célio Luiz.


live.jpeg

28/07/2020 Notícias

Nesta sexta-feira (31), a Fazenda da Paz reúne importantes nomes para debater o tema “Uso da Maconha na Adolescência e como Cuidar”. A live acontece no facebook da instituição, às 19h.

Participarão da live o médico e deputado federal Osmar Terra, o médico psiquiatra e Secretário da SENAPRED Quirino Cordeiro Júnior, o médico psiquiatra e PhD em dependência química Ronaldo Laranjeiras e o coordenador Geral da Fazenda da Paz e presidente da FENACT Célio Luiz Barbosa.

“A Fazenda da Paz fez o convite e todos confirmaram prontamente sua presença nesta live. Reunimos estas pessoas de referência para tratar de um assunto muito importante que é o acesso à maconha por adolescentes. A partir das experiências profissionais de cada um, vamos debater as formas de prevenção e como cuidar depois que já houve o consumo”, explica Célio Luiz Barbosa.

 

Sobre os participantes 

Osmar Terra é médico formado na Federal do Rio Janeiro; ex-prefeito de Santa Rosa; Secretário da Saúde do Rio Grande do Sul nos governos Rigotto e Yeda Crusius e idealizador do Primeira Infância Melhor (PIM). Como secretário enfrentou as epidemias de dengue, febre amarela e gripe H1N1. Foi Ministro do Desenvolvimento Social do presidente Michel Temer e da Cidadania do presidente Jair Bolsonaro.

Ronaldo Laranjeira é médico psiquiatra pela Escola Paulista de Medicina; professor titular da Escola Paulista de de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e PhD em Dependência Química pela Universidade de Londres, na Inglaterra. Coordenou os dois Levantamentos NAcionais sobre álcool e Drogas (LENAD) que utilizam a amostragem domiciliar para avaliar o consumo de substâncias. 

Quirino Cordeiro Júnior é médico psiquiatra pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e doutor pela mesma instituição. Especialista em Psiquiatria e Psiquiatria Forense pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), foi diretor do Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (Caism); diretor do Hospital Cantareira da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); coordenador-geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde e membro do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad). Atualmente é Secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas e professor adjunto do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.


Quarto-Maria.jpeg

27/07/2020 Notícias

O Centro de Acolhimento e Isolamento Social (CAIS Piauí) é uma iniciativa do Todos pela Saúde para combater a Covid-19 e seus efeitos sobre a sociedade. Este é um local dedicado a salvar vidas e barrar o avanço da transmissão do novo coronavírus. Uma curiosidade sobre o Centro é que o nome dos quartos onde recebemos os hóspedes para realizar o isolamento social, são de pessoas que sempre pensaram em ajudar o próximo e apoiaram a Fazenda da Paz em todos a seguir na missão de salvar vidas.
° Conceição Mendes foi voluntária. Diretora da Fazenda da Paz, fez parte da equipe de acolhimento das famílias e dependente químico sempre com um olhar e abraço para o próximo. Ensinou aos voluntários a importância da ética e compromisso com a missão da Fazenda da Paz.
° Professor Rabelo foi voluntário. Implantou o sistema de educação à distância dentro da Fazenda da Paz, sempre disponível e em busca de novos conhecimentos para os acolhidos. Deixou o legado da educação inclusiva e a certeza que através da educação se transforma a vida do dependente químico e sua família.
° José Damásio e Dona Zita foram voluntário e diretores da Fazenda da Paz. Implantaram o grupo de apoio “ O amor vencerá”, em 1999. Sempre preocupados com o cuidado com as famílias e seus acolhidos, caminhavam na luz do Espírito Santo com muito amor ao próximo.
° Atalice (Talicinha) foi voluntária e Mãe do coordenador geral Célio Luiz Barbosa. Em 1996 iniciou a missão de ajudar os acolhidos com mensagens e histórias de superação e, uma vez por mês, enviava “um chocolate”, recurso financeiro, pelos correios que ajudava em pequenas despesas da comunidade. Ajudou a fortalecer a importância da união das famílias.
° Reginaldo Peracchi, italiano que acreditou que a distância não importava quando a missão é amar e servir sempre ao próximo. Desde 1994 junto com os amigos do Servo de Deus Padre Pedro Balzi fundou a Fazenda da Paz e ajudou a manter a estrutura física e espiritual com amor incondicional.


O Cais Piauí foi resultado da articulação da Vice-Governadora Regina Sousa junto a Fundação Itaú, sendo a Fazenda da Paz a organização que recebeu a missão de coordenar o Centro com apoio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Quarto Zita Quarto Talicinha Quarto Reginaldo Quarto Rabelo Quarto Damasio Quarto Conceição


WhatsApp-Image-2020-07-25-at-08.02.51-1200x748.jpeg

27/07/2020 Notícias

Trinta e seis acolhidos da Fazenda da Paz e onze mulheres moradoras do Povoado Canaã receberam certificado dos cursos profissionalizantes ofertados pela Fazenda da Paz. Os cursos são uma parceria da Fazenda da Paz com a instituição suíça Brücke Le Pont.

Certificacao2A profissionalização faz parte da metodologia da Fazenda da Paz. Ao concluir o tratamento, muitos acolhidos retornavam ociosos para casa. Mas, através da profissionalização, o pós-tratamento se torna mais seguro estando alinhado com a reinserção social através do trabalho. Por conta disso, além da oportunidade de concluir o ensino regular, os dependentes químicos em tratamento podem realizar os cursos de corte e costura, informática básica, marcenaria, técnicas agrícolas, mecânica de moto ou eletricista predial. No caso das mulheres do Povoado Canaã, esta foi uma forma encontrada pela Instituição de ajudar também diretamente a população onde uma de nossas Comunidades Terapêuticas está inserida.

“A Fazenda da Paz, juntamente com a Brücke Le pont, ONG suíça, há 11 anos vem oferecendo algo a mais para os nossos acolhidos e esse algo a mais é a qualificação profissional. Com muita alegria dizemos que eles conseguiram esse certificado por mérito e dedicação deles”, diz Eneida Lustosa, presidente da Fazenda da Paz.

WhatsApp Image 2020-07-22 at 19.33.27“Quando fiquei sabendo do curso, já estava em andamento. Eu sempre gostei de aprender. O que tenho a dizer é que a professora amou a gente e ensinou. Quando fiz um vestido e postei no meu Instagram, nem mesmo acreditei que fui eu que fiz, com tantos detalhes. Ainda tive a oportunidade de conhecer a história da Fazenda, de ouvir depoimento de um rapaz que estava grato por estar limpo e mudado a sua vida. E a Fazenda também me mudou para melhor de outra forma, melhorando através desse curso a minha costura. Só posso agradecer a Deus por ter colocado a Fazenda da Paz no meu caminho”, conta Michele Sousa, concludente do curso.

Os cursos têm o objetivo de estimular um aprendizado e auxiliar na inserção do mercado de trabalho, desta forma, todos estão qualificados a trabalharem na área que concluíram o curso e Fazenda da Paz ajuda ainda na busca de um novo emprego, fazendo o intermédio com empresas e elaborando um bom currículo.


WhatsApp-Image-2020-07-22-at-19.33.36-1-1200x859.jpeg

23/07/2020 Notícias

Onze mulheres do Povoado Canaã, onde fica localizada a Comunidade Terapêutica Maria Madalena, receberam o certificado do curso profissionalizante de corte e costura da Fazenda da Paz. Essa profissionalização, ofertada de forma totalmente gratuita, é uma  parceria da Fazenda da Paz com a Brücke Le pont..

Ingrid Lustosa“Essas mulheres têm muito a crescer ainda. Espero que esse primeiro passo leve elas além. Hoje é um dia de agradecer e a comemorar o empenho e a coragem de todas. Elas estão recebendo o certificado que poderá ajudá-las e serem inseridas no mercado de trabalho e também trabalho próprio”, diz a coordenadora de Projetos da Fazenda da Paz, Ingrid Lustosa.

Os cursos profissionalizantes são parte do Plano Terapêutico da Fazenda da Paz. No entanto, como os acolhimentos da CT Maria Madalena estão suspensos, a melhor forma de continuar servindo a população tem sido ofertar este curso de corte e costura para o povoado no qual a CT está localizada. Essa é uma forma de ajudar essas mulheres a buscar a independência financeira. 

“Quando fiquei sabendo do curso, já estava em andamento. Eu sempre gostei de aprender. O que tenho a dizer é que a professora amou a gente e ensinou. Quando fiz um vestido e postei no meu Instagram, nem mesmo acreditei que fui eu que fiz, com tantos detalhes. Ainda tive a oportunidade de conhecer a história da Fazenda, de ouvir depoimento de um rapaz que estava grato por estar limpo e mudado a sua vida. E a Fazenda também me mudou para melhor de outra forma, melhorando através desse curso a minha costura. Só posso agradecer a Deus por ter colocado a Fazenda da Paz no meu caminho”, conta Michele Sousa, concludente do curso.

WhatsApp Image 2020-07-22 at 19.33.27Para aquelas mulheres que desejam buscar oportunidade de emprego na área, a Fazenda da Paz irá dar apoio na construção de um currículo e orientações para o mercado de trabalho.

As certificações tiveram início no último domingo (19). Na sexta (24) será realizada a entrega dos certificados dos cursos profissionalizantes de eletricista predial e técnicas agrícolas dos acolhidos em tratamento na Comunidade Terapêutica Luz e Vida, localizada na zona leste de Teresina.


WhatsApp-Image-2020-07-22-at-11.53.18-1200x763.jpeg

22/07/2020 Notícias

Foi inaugurado nesta quarta-feira (22) o Centro de Acolhimento e Isolamento Social – CAIS Piauí. Esta é uma iniciativa do Todos pela Saúde, lançada pelo Itaú Unibanco para combater a covid-19 e seus efeitos sobre a sociedade brasileira, inaugura nesta semana o primeiro centro de acolhimento para pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. O centro foi montado na Escola Estadual Anísio Teixeira, no bairro Vermelha, em Teresina (PI) , que está fechada por conta da quarentena, e atenderá aos moradores da comunidade.

WhatsApp Image 2020-07-22 at 11.52.51

Com capacidade para acolher até 70 pessoas, o espaço foi adaptado para receber pacientes com sintomas leves da doença encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) mais próximas. O objetivo é possibilitar aos moradores contaminados o isolamento social, de forma que o vírus não se espalhe na comunidade, o que é fundamental para desafogar o SUS. Nesse espaço, os residentes terão o apoio de assistentes sociais, cuidadores e acompanhamento médico via telemedicina. Também receberão seis refeições por dia preparadas por fornecedores locais – com geração de renda para a comunidade.

O projeto está sendo realizado em conjunto com a organização Fazenda da Paz, com apoio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e Fundação Municipal de Saúde (FMS). A escola é um dos oito centros de acolhimento que estão sendo abertos no Rio de Janeiro, Pernambuco, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Rio de Grande do Sul e Paraíba.

WhatsApp Image 2020-07-22 at 11.53.16“Aqui, as pessoas que não têm condições de cumprir o isolamento em casa vão poder ficar por um período de até 14 dias, sem contaminar ninguém da família, recebendo alimentação, dispondo de ambulância, tendo acesso à internet e com todo o acompanhamento necessário”, ressaltou Célio Luiz Barbosa, fundador e coordenador geral da Fazenda da Paz.

De acordo com Claudia Politanski, vice-presidente do Itaú Unibanco, além de apoiar as comunidades em um momento em que o isolamento social é fundamental, as adaptações feitas nos espaços públicos escolhidos para o acolhimento temporário deixarão um legado após a pandemia. “Estamos reformando banheiros, refeitórios, cozinhas e áreas de convivência para que esses espaços, em um futuro próximo, possam ser bem aproveitados por alunos e colaboradores. O fato de os centros de acolhimento estarem espalhados em diferentes estados brasileiros também poderá inspirar o poder público a realizar iniciativas semelhantes em comunidades de todo o País.”


Certificacao2.jpeg

19/07/2020 Notícias

Teve início neste domingo (19) a entrega dos certificados dos cursos profissionalizantes de 47 acolhidos da Fazenda da Paz. A Fazenda da Paz foi a pioneira no Brasil em inserir a escola básica e a profissionalização em Comunidades Terapêuticas. Para que essa profissionalização seja realizada de forma eficiente e responsável, a Instituição possui parceria com a Brücke Le pont.

 

“A Fazenda da Paz, juntamente com a Brücke Le pont, ONG suíça, há 11 anos vem oferecendo algo a mais para os nossos acolhidos e esse algo a mais é a qualificação profissional. Com muita alegria dizemos que eles conseguiram esse certificado por mérito e dedicação deles”, diz Eneida Lustosa, presidente da Fazenda da Paz.

Certificacao1

A profissionalização faz parte da metodologia da Fazenda da Paz. Ao concluir o tratamento, muitos acolhidos retornavam ociosos para casa. Mas, através da profissionalização, o pós-tratamento se torna mais seguro estando alinhado com a reinserção social através do trabalho. Por conta disso, além da oportunidade de concluir o ensino regular, os dependentes químicos em tratamento podem realizar os cursos de corte e costura, informática básica, marcenaria, técnicas agrícolas, mecânica de moto ou eletricista predial.

Neste domingo, 12 adultos e dois adolescentes receberam os certificados dos cursos de Informática Básica e Marcenaria. Nos dias 22 e 24 de julho, outros 33 acolhidos também receberão seus certificados em solenidades em cada Comunidade Terapêutica.

 

Certificacao3“Relembrando a celebração dos 30 anos do ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente], importante instrumento para a defesa de direitos, dois adolescentes também recebem o certificado. Fazer esses cursos aqui, de forma gratuita, dentro do Plano Terapêutico, é uma oportunidade que talvez muitos não teriam lá fora por conta da questão financeira. Assim, poderão sair daqui e, no Centro de Convivência Retomando Caminho, que é uma parceria da Fazenda da Paz com a SEMCASPI, possam ser inseridos no mercado de trabalho”, diz Eneida Lustosa.

 

“Gostaria de agradecer a todos pela oportunidade de fazer esse curso. Espero que eu possa usar lá fora para ter uma profissão e poder ajudar minha família”, comenta o adolescente J.C.S, certificado no curso de Informática Básica.

 

Graduação

A certificação aconteceu logo após a graduação de sete acolhidos. A graduação consiste na conclusão da primeira etapa do Plano Terapêutico da Fazenda da Paz. Este é um momento muito importante para os acolhidos. Uma vitória para aqueles que, durante um ano, aprenderam as ferramentas para uma vida melhor aqui fora. 

Graduacao

Por conta do isolamento social, os familiares não estiveram fisicamente na graduação, mas receberão vídeos do momento em que seu familiar recebeu o diploma e de toda a celebração. 

 

Fazenda da Paz

A Fazenda da Paz é primeira Comunidade Terapêutica do Piauí, uma instituição não governamental, que hoje acolhe gratuitamente dependentes químicos que manifestam o desejo de tratamento e mudanças. Já realizou mais de 30.000 (trinta mil) atendimentos de familiares e dependentes químicos.

A instituição tem como linhas de atuação a prevenção, o tratamento, a reinserção social e a incidência política. A Prevenção é linha adotada como estratégia de superação do preconceito e elevação das chances de reinserção socioeconômica e prevenção da reincidência ao uso de álcool e outras drogas.


logo_rodape

A Fazenda da Paz é a primeira Comunidade Terapêutica do Piauí, uma instituição não governamental. Hoje acolhemos gratuitamente dependentes químicos que manifestam o desejo de tratamento e mudanças. Leia Mais...

Produtos e Serviços

As pessoas que entendem a importância dessa luta podem começar substituindo alguns produtos vendidos no mercado convencional pelos produzidos na entidade. Conheça mais...

Inscreva-se

Assine e receba informações importantes em seu e-mail.

© 2017 Fazenda da Paz. / Developer Dailson Machado 86 9800 4851