top of page

Fórum discutiu os desafios que as mulheres enfrentam em sua jornada de recuperação

O X Fórum Social de Políticas sobre Drogas do Estado do Piauí que teve como tema: “Mulher um gesto de coragem te faz forte”, promovido pela Fazenda da Paz, abordou os desafios que as mulheres enfrentam em sua jornada de recuperação. As discussões, permeadas iluminaram as complexidades específicas que as mulheres usuárias de substâncias psicoativas enfrentam ao buscar a reabilitação.


O evento proporcionou uma plataforma para vozes diversas compartilharem experiências, pesquisas e perspectivas profissionais sobre a interseção entre gênero e recuperação. Os participantes destacaram a necessidade de políticas e programas que reconheçam e respondam esses desafios, promovendo, assim, uma abordagem mais eficaz.


A ênfase recaiu sobre a criação de estratégias inclusivas, considerando a diversidade de experiências femininas no espectro do uso de substâncias.


O Fórum não apenas identificou obstáculos, mas também serviu como momento para propostas concretas e soluções. Ao reconhecer as experiências singulares das mulheres nesse contexto, busca-se não apenas compreender, mas transformar a abordagem da sociedade e das políticas públicas para garantir que nenhum segmento seja deixado para trás.


Uma das mesas temáticas do fórum teve como tema: "Dialogando com a Rede de Apoio às Mulheres Usuárias de Substâncias Psicoativas", que contou com a participação secretário de saúde Antônio Luiz, secretário de segurança Chico Lucas, secretária de assistência social Regina Sousa, secretária das mulheres Zenaide Lustosa, coordenador geral da Cendfol Tiago Vasconcelos e o presidente da comissão de políticas sobre drogas da OAB/PI João Paulo que conversaram sobre estratégias e experiências que fortaleçam a rede de apoio, reconhecendo-a como peça chave na jornada de mulheres enfrentando desafios relacionados a substâncias psicoativas.


A Secretária das Mulheres, Zenaide Lustosa, destaca a importância de discutir sobre a interseção entre drogas e mulheres. “ Reforçamos nosso compromisso com a promoção de diálogos significativos e políticas que abordem as questões de maneira objetiva e em busca de soluções. A discussão sobre drogas e mulheres é um dos primeiros passos para construir estratégias mais eficazes e inclusivas”, destaca a secretária.


Na ocasião, o Secretário de Segurança Chico Lucas, descreveu as ações da pasta no que diz respeito à proteção às mulheres, através da Superintendência de Cidadania e Defesa Social (DDS), da Polícia Civil e da Polícia Militar. “Este é um momento importante de reflexão sobre temas diversos conectados com o problema das drogas, com foco no envolvimento das mulheres. Através da DDS realizamos ações preventivas para orientar e proteger as mulheres. No âmbito da Polícia Militar, trabalhamos com prevenção, através dos projetos Mirim Cidadão e o Proerd, onde acompanhamos crianças e adolescentes, em situação de vulnerabilidade”, afirmou Chico Lucas.


Segundo discursou Célio Luiz Barbosa, a questão da droga é um dos principais problemas enfrentados pela sociedade, por isso o evento é uma oportunidade de debater novos métodos, formas de abordagem pedagógicas e democratização das informações, sobretudo entre as mulheres.


“A discussão aberta e franca do nosso fórum destacou a necessidade de desmitificar estigmas associados ao uso de substâncias psicoativas por mulheres. Abraçar a coragem como fio condutor nos guia para além da estigmatização, proporcionando um terreno fértil para a criação de estratégias que considerem a singularidade de cada jornada”, finaliza Célio Barbosa - coordenador geral da Fazenda da Paz.






11 visualizações

Comments


bottom of page